Movendo-se pelo mundo como católico
ARREPENDEI-VOS CREDE NA BOA NOVA 
ARREPENDEI-VOS CREDE NA BOA NOVA 

ARREPENDEI-VOS CREDE NA BOA NOVA 

Ouça aqui e compartilhe

A vida toda de Jesus dá testemunho desta verdade na qual achamos tão difícil de crer: Deus nos ama, ele está sempre do nosso lado, nunca contra nós. O “banquete” realmente existe, e cada um sem exceção é convidado a nele participar. A única “exigência” para entrar é parar de nos alimentarmos de lixo. 

Essencialmente, a vida de Cristo proclama: “Não acreditas que Deus te ama? Permite-me então mostrar-te quanto Deus te ama. Não acreditas que Deus é dom? Isto é meu corpo, que é dado por vós (cf. Lc 22,19). Pensas que Deus deseja privar-te da vida? Derramarei meu sangue até a última gota, a fim de que o sangue da minha vida te dê vida em abundância (cf. Jo 10,10). Pensavas que Deus era um tirano, um senhor de escravos? Vou tomar a forma de escravo (cf. Fl 2,7) e me colocar ‘sob teu domínio’ para mostrar-te que Deus não deseja ‘dominar-te’ (.s:f. Mt 20,28). Pensavas que Deus te açoitaria, se lhe desses oportunidade? Quero deixar-me açoitar por ti, para mostrar-te que Deus não tem a menor intenção de te açoitar. Não vim para te condenar, mas para te salvar (cf. Jo 3,17). Não vim para te escravizar, mas para te libertar (cf. Gl 5,1). Deixa de lado a tua incredulidade. Arrepende-te e crê na boa nova” (cf. Me 1,15). 

Na medida em que nos abrimos a esse dom, a graça da redenção passa a “reavivar” nossa humanidade, a vivificar nosso coração com a bondade mesma de Deus. Na medida em que permitimos que a graça nos informe e transforme, o Espírito Santo de Deus impregna nossos desejos sexuais “com tudo o que é nobre e belo”, com “o valor supremo que é amor” (29.10.1980). 

De onde jorra a graça da redenção? Primeiro, da vida sacramental da Igreja. Os sacramentos não são meros rituais religiosos. Eles “injetam santidade no plano humano do homem: penetram a alma e o corpo, (nossa) feminilidade e masculinidade ( … ) com o poder da santidade” (04.07.1984). Noutras palavras, os sacramentos fazem com que a morte e a ressurreição de Cristo sejam uma realidade viva em nossas próprias vidas. Infelizmente, muitos cristãos não ligam muito para o poder dos sacramentos. Somente pelo batismo foi depositado, digamos assim, um trilhão de reais em nossa conta bancária, mas parece que poucos são os que usam mais de setenta e cinco centavos. Nos sacramentos, o amor de Deus “é derramado em nossos corações pelo Espírito Santo” (Rm 5,5). Nós precisamos “aproveitar” este dom. 

Percebam Deus nos pequenos detalhes.

Graça, Paz e Misericórdia.

Fonte: WEST, C. Teologia do corpo para principiantes: uma introdução básica à revolução sexual por João Paulo II. Madrid: Myrian, 2008.

Deixe uma resposta