Ouça aqui e compartilhe

Aquele que nunca pecou

Que atire a primeira pedra

Ensinamento conhecido

Que exige reflexão sincera

Acreditar que agrada a Deus

É diferente de agradar

Mas nem sempre é fácil

O erro identificar

Um jovem determinado

A Deus glorificar

Perseguia a Igreja

Para na fé perseverar

Numa viagem com essa

Intenção de agradar

Perseguia e matava

Todos que podia achar

Foi no caminho para Damasco

Que Jesus veio lhe falar

“Porque Me persegues?”

Saulo O ouviu perguntar

Do cavalo caiu cego

E questionava sem parar

Para uma luz resplandecente

Que o fizera assustar

Quem és Tu Senhor?

Pois ele ainda não sabia

Que Aquele era Jesus

A quem tanto ele perseguia

O que queres que eu faça?

Perguntou ele sem medo

Pois em seu coração

Ardia um forte desejo

Desejo de servir a Deus

E disto ele não tinha medo

Saulo tornou-se Paulo

O apóstolo derradeiro

Levou a fé ao povo

Em tantos cantos esquecidos

Pregador de língua afiada

Basta ler os seus escritos

Jesus mudou sua vida

De perseguidor a perseguido

E o mais curioso

É que temos que agradecer por isso

Porque quando estava preso

Escrevia aos amigos

São tantas as suas cartas

Que a Igreja organizou em livros

Combateu o bom combate

Até o fim da corrida

Condenado a perder a cabeça

A fé nunca perdeu na Justiça

São Paulo, rogai por nós!

Percebam Deus nos pequenos detalhes.

Graça, Paz e Misericórdia.