Ouça aqui e compartilhe

O quê você faz quando está esperando? Se você respondeu que fica no celular, não se preocupe, é uma das primeiras coisas que se pensa em fazer hoje em dia, junto com reclamar é claro. Mas eu não estava falando sobre esperar um atendimento ou simplesmente ficar numa fila, estou falando do período do advento, o quê você faz quando está esperando pelo Senhor?

Não responda ainda, na segunda semana do advento busquemos meditar um pouco sobre a maneira como esperamos por Aquele que vem e o que estamos fazendo de nossa espera, para que para Ele sejam nossos pensamentos, palavra e atos. Então oremos juntos. 

† Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém. 

Pai Nosso que estais nos Céus, 
santificado seja o vosso Nome, 
venha a nós o vosso Reino, 
seja feita a vossa vontade 
assim na terra como no Céu. 
O pão nosso de cada dia nos daí hoje, 
perdoai-nos as nossas ofensas 
assim como nós perdoamos 
a quem nos tem ofendido, 
e não nos deixeis cair em tentação, 
mas livrai-nos do Mal. 

Amém.

Ave Maria, cheia de graça, 
o Senhor é convosco, 
bendita sois vós entre as mulheres 
e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus. 
Santa Maria, Mãe de Deus, 
rogai por nós pecadores, 
agora e na hora da nossa morte. 

Amém.

“No décimo quinto ano do império de Tibério César, quando Pôncio Pilatos era governador da Judeia, Herodes administrava a Galileia, seu irmão Filipe, as regiões da Itureia e Traconítide, e Lisânias a Abilene; 2quando Anás e Caifás eram sumos sacerdotes, foi então que a palavra de Deus foi dirigida a João, o filho de Zacarias, no deserto.” (Lc 3, 1-2)

Não é por acaso que o início do evangelho proclamado no segundo domingo do advento inicia assim, mas para ficar fácil de você perceber eu vou mudar a minha pergunta inicial, o quê você faz quando sabe que alguém está grávida? 

Infelizmente a reação automática dos dias atuais não é mais a alegria, é possível que uma série de perguntas tenha surgido na sua mente, como “essa criança foi planejada?”, “os pais são casados?”, “ambos queriam um filho?” e tantas outras questões. O fato é que, nós anunciamos. Todos nós acabamos anunciando isso para alguém, seja alguém próximo que precisa saber, que ficaria feliz com a notícia ou apenas pelo nefasto hábito da fofoca (se for a última opção, busque a confissão irmão). 

A exemplo de João Batista, essa é a nossa obrigação de cristão no advento, anunciar a chegada de Jesus, mas não como uma simples notícia que precisamos passar adiante. O verdadeiro anúncio da vinda de Cristo acontece na verdade, enquanto uma simples notícia ou fofoca é dita de maneira vaga, o evangelista faz questão de nos situar no tempo, ele aponta na história quando Deus se fez homem e habitou no meio de nós. É assim que o evangelista nos ensina o primeiro passo de como devemos viver a segunda semana de espera do advento (e toda a nossa vida), ancorados na verdade.

Estar ancorado na verdade é viver a verdade, por isso nosso intercessor São João Batista vive e nos convida a viver preparando o caminho do senhor, tal qual os pais que preparam o enxoval para o filho que há de chegar, nós precisamos preparar nossas vidas para que Deus possa efetivamente chegar em nós e fazer de nós instrumentos da verdade para que Ele chegue ao nosso próximo.

Por isso, nessa semana, façamos cumprir as palavras do profeta Isaias, assim como fez São João Batista, 

“Esta é a voz daquele que grita no deserto: ‘preparai o caminho do Senhor, endireitai suas veredas.” (Lc 3, 4b). 

Realizemos um exercício de deserto em nossas vidas, nos afastando das futilidades da vida e nos aproximamos dAquele que importa. O Natal do Senhor se aproxima, então falemos mais sobre Ele, vivamos mais como Ele, busquemos endireitar nossas vidas um ato de cada vez. 

É assim que atenderemos o chamado para sermos profetas do reino, vozes no deserto e caminho que sinaliza para o Senhor, permitindo, na própria vida, o crescimento de Jesus e a diminuição de si mesmo, levando, por sua vez os homens a despertar do torpor do pecado.

Na segunda semana do advento, ofereçamos, nos pequenos detalhes da nossa vida, sinais dAquele que vem.

São João Batista, rogai por nós.

Graça, Paz e Misericórdia. 

† Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.