Ouça aqui e compartilhe

A cada 2 minutos 20 relacionamentos iniciam e 20 terminam em algum lugar, ou seja, a cada 3 segundos 1 novo relacionamento surgiu ou 1 desapareceu, então se a solidão está lhe batendo a porta não se preocupe, os próximos 3 segundos podem ser para você. Mas se você não está feliz com seu relacionamento atual, talvez seja hora de tomar coragem e fazer dos próximos 3 segundos os seus segundos para a liberdade. 

Se você acreditou nisso (e eu não te culpo por acreditar) quero que saiba que nada disso é verdade, eu inventei tudo. Mas sabe qual a diferença entre o paragrafo que você acabou de ler e todas as outras informações com essa que você pode ler facilmente na internet, em revistas baratas e pequenas colunas de jornais por aí? É que eu avisei você logo em seguida que inventei tudo, enquanto a maioria continua insistindo que isso verdade, apresentando combinações numéricas tiradas do chapéu, fontes de dados que não existem e referências de pesquisas que na verdade falam de outras coisas para induzir a quem lê a levar a sério o que está escrito ali.

Se você for ao Google, ou qualquer outra ferramenta de busca on-line, e digitar “relacionamento”, será abastecido das mais variadas listas, 12 qualidades que precisamos ter num relacionamento; 7 sinais claros que indicam o fim de um relacionamento; 10 sinais que o seu relacionamento não vai dar em nada; Sinas de que você deve desistir do seu atual relacionamento; 6 sinais de que o casal precisa acrescentar algo a mais; O quê fazer para o relacionamento dar certo; Sinais para identificar um relacionamento tóxico; As questões que nunca te contaram sobre relacionamento, e muitas outras mais, pois essas eu retirei apenas da primeira página de resultados.

O Google é hoje o buscador mais utilizado do mundo, o segundo é o Youtube, todos nós sabemos disso, porque estamos habituados a pensar que se o Google não encontrar a resposta ou se o Youtube não tiver um vídeo sobre, é provável que essa coisa que estejamos buscando nem exista ainda. Somos uma sociedade que busca respostas prontas e por isso essas listas para qualquer coisa existem aos montes, muito embora uma boa parte dos itens que vamos encontrar nessas listas façam sentido, precisamos compreender que o único padrão aceitável para os relacionamentos é não ter padrão.

Por mais que as artes digam, principalmente para as mulheres, que o relacionamento perfeito inclui filme de comédia romântica com pipoca caramelada e dormir de conchinha, quê eu não estou afirmando que não possa ter, mas no verdadeiro dia a dia a maioria das mulheres trocam fácil o filme de comédia romântica por um banheiro sem xixi na tampa da privada e a pipoca caramelada por um “estou lavando os pratos” dito pelo seu esposo, enquanto que o dormir de conchinha é substituído sem nenhuma reclamação se você disser “deixa que eu vou” no meio da madrugada quando o bebê começa a chorar. 

Mesmo que as campanhas publicitárias de diversas marcas construam no imaginário, principalmente no masculino, que o relacionamento ideal inclui sexo todos os dias e viagens incríveis ao redor do mundo, o quê mais uma vez eu não estou afirmando que não possa ter, no verdadeiro dia a dia a maioria dos homens trocam fácil o sexo diário pela arte de adormecer no sofá sem prévio aviso com a TV ligada, e as viagens pelo mundo são substituídas de maneira tranquila por um final de semana descansando em casa sabendo que as contas estão pagas e a família com saúde. 

Ao contrário dos números do primeiro paragrafo desse texto, essas coisas eu não inventei, eu perguntei para vários casais de várias realidades sociais, financeira, etárias e de três países diferentes, no final parece mesmo que os relacionamentos têm bem menos exageros difíceis de alcançar, mas da mesma maneira que recomendo que você não leve tão a sério as listas que eu citei, também não me leve a sério, comece observando seus pais, seus tios, seus avós, vai observando os casais a sua volta e tire suas próprias conclusões. 

Nós já deveríamos saber disso, mas fomos buscar pequenas listas que nos colocam numa caixinha como se todos fossemos iguais e ficassem felizes sempre com as mesmas coisas. E o quê ganhamos com essa ideia que nos ofereceram e nós aceitamos? Nos tornamos a geração dos “mais”, os que mais tem ansiedade, os que mais tem insegurança, os que mais tem medo do futuro, os que mais tem medo de se relacionar, os que mais tem medo de compromisso, somos até os que mais falam sobre sexo e os que menos transam, sim você pode rir (porque eu estou rindo) ou não gostar, mas a geração da liberdade sexual faz 3 vezes menos sexo na vida do que a geração dos nossos pais, e você aí achando que essa de sexo no casamento retirava sua chances de transar né (continuo rindo). 

Como infelizmente a maioria de nós não foi ensinado a agir com resiliência, somos descartáveis e descartamos sempre que algo dá errado, sem sequer tentar concertar, sem tentar fazer dar certo, é provável que a lista ainda seja a sua melhor opção, já que você não sabe ou não quer construir do seu jeito, vou deixar aqui uma lista para você seguir e fazer o seu relacionamento perfeito, a lista não é minha, mas confiaria meu casamento (se eu fosse casado) aos ensinamentos desse autor, eu batizei a lista de “Segredo para fazer seu relacionamento dar certo”

– Ame, apenas isso, ame porque

“O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece. Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal; Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade; Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.” (I Cor 13, 4-7).

A lista tem um item só para ficar fácil de lembrar, lembrar que você só terá um relacionamento que vale a pena ser vivido se houver verdadeiramente amor nele, que é o verdadeiro amor a Ele, o objetivo do relacionamento deve ser levar o outro para mais próximo de Deus, qualquer coisa fora disso faz do seu relacionamento uma lista genérica, inalcançável e/ou vazia. Porque um relacionamento que leva a Deus, é trabalhoso, é preciso cuidar de cada detalhe e quando você faz isso, você percebe Deus no outro e isso é perceber Deus nos pequenos Detalhes

Graça, Paz e Misericórdia.