Movendo-se pelo mundo como católico
Sou católica, posso me casar com alguém que não seja católico?
Sou católica, posso me casar com alguém que não seja católico?

Sou católica, posso me casar com alguém que não seja católico?

Ouça aqui e compartilhe

Sou católica, posso me casar com alguém que não seja católico?

I am Catholic, can I marry someone who is not Catholic?

Sem Nome Responde

A resposta para a sua pergunta é sim, uma católica pode casar-se alguém que não seja católico. Mas a pergunta mais importante nesse caso pode ser outra, você está pronta para casar-se com um não católico? 

No passado, a Igreja não permitia que católicos se casassem com pessoas que não professassem a fé católica. Com o crescente número de casais de fé distintas a Igreja passou a autorizar tal prática. Mas é preciso entender que o casamento misto (quando apenas um dos noivos professa a fé católica e o outro não) é um paliativo oferecido pela Igreja para uma doença, mas não é a cura. 

A doença em questão não são os casamentos mistos, sim existem muitos casais mistos que vivem satisfatoriamente seus matrimônios. Refiro-me a doença da desordem familiar que pode ser facilmente refletida na canção Oração Pela Família de Padre Zezinho, 

“Que nenhuma família comece em qualquer de repente

Que nenhuma família termine por falta de amor”

Infelizmente, é assim que a maioria das famílias estão começando e terminado. Numa sociedade repleta de conceitos distorcidos de amor, é cada dia mais difícil encontrar alguém que se possa amar a ponto de constituir uma família. 

Para manter uma família, não basta amar um ao outro, isso só é capaz de constituir uma família, mas para mantê-la é preciso que ambos amem as mesmas coisas. 

Aí onde mora o principal problema de um casamento misto, se ambos professam de maneira sincera a sua fé, fatalmente vão amar coisas diferentes. E o amor que sentem um pelo outro dificilmente suportará a vida a dois, onde os desafios são muito mais complexos. 

Quando o romance precisa dar lugar a escolhas como o controle de natalidade, a liderança familiar, o número de filhos, as regras da casa, a fé na qual os filhos serão educados, a vida sacramental individual e familiar. São muitas as coisas sobre as quais um jovem casal precisa refletir e conversar antes de contraírem matrimônio, inclusive o próprio sacramento do matrimônio que na nossa fé católica é indissolúvel, mas em outras crenças não é. 

Quando tudo isso é levando em consideração, muitos casais de namorados que se gostam, acabam escolhendo seguirem como amigos, pois observam a quantidade de renúncias que se veem fazendo para manter aquele relacionamento. Outros a depender da fé que professa o futuro cônjuge, percebem que não são compatíveis para uma vida a dois. Tem os que alimentam a ilusão de que após o casamento poderão mudar o outro, não que seja impossível, mas se você espera a conversão do cônjuge e tem a liberdade de escolher, recomendo fortemente que escolha esperar pela conversão antes do matrimônio, porque depois é bem mais difícil. 

E é claro, tem aqueles que se sentem preparados para o desafio e seguem em frente, formam uma família e vivem satisfatoriamente bem. Para os que escolhem esse caminho, mantenham-se firme na oração e na adoração ao Santíssimo Sacramento. Isso, toda esposa (todo marido também) deve fazer pela sua família, a final, cabe destacar que eu sempre digo que um casal pode viver satisfatoriamente bem, pois a fé católica nos ensina que não existe feliz para sempre, não nesta vida, como disse  o Beato Carlos da Áustria ao escrever a sua esposa a Imperatriz Zita por ocasião de seu matrimônio,

“Agora temos de ajudar-nos um ao outro a ir para o céu”.

Beato Carlos da Áustria

Percebam Deus nos pequenos detalhes.

Graça, Paz e Misericórdia.

Sem Nome Responde é uma sessão onde buscamos responder perguntas que são enviadas a nossa redação, nos envie suas perguntas ou contribuições para as respostas por nossos canais de comunicação, ficaremos muito felizes em nos conectar com vocês. 

Não temos aqui a intenção de dar respostas definitivas para nenhuma pergunta, apenas buscamos a luz da sabedoria da Santa Mãe Igreja dar um passo na direção da verdade. Correções nas respostas podem ser realizadas a qualquer tempo, sempre que a luz dos ensinamentos da Santa Mãe Igreja nos permitir. 

Deixe uma resposta