Movendo-se pelo mundo como católico
Voltando-se a multidão
Voltando-se a multidão

Voltando-se a multidão

Ouça aqui e compartilhe

Outrora naquele tempo 

As multidões O seguiam a todo momento 

Sem compreender para onde Ele ia 

A multidão atrás Dele persistia 

Ele oferecia o perdão

Mas o povo não buscava redenção 

Ele anunciava a Boa Nova da salvação

Mas o povo queria milagres e pão

Todos estavam indo até Ele 

Mas Ele foi quem voltou-se para eles 

Dizendo algo que causou alvoroço 

E fez todos pensarem um pouco 

De nada adianta seguir a Jesus 

Se não estiver disposto a carregar a cruz 

Pais, cônjuges ou filhos

Ninguém merece mais amor que o Cristo 

Com efeito, pense nisso 

O que tens para ofertar a Cristo 

Não deixe a obra pela metade 

Entregue sua vida de verdade

Sua batalha nesse mundo

Será proclamar o amor fecundo 

Por isso pense muito bem

Será preciso renunciar a tudo que tens

Mas não se escandalize 

Não é que deva viver sem nada

Mas que diante da Palavra Encarnada 

Nenhuma outra coisa merece ser priorizada  

Jesus é o mesmo ontem e hoje 

Ele é o mesmo para todo sempre 

Com isso podemos ficar contentes 

Mas pare só um pouco e pense 

Somos como a multidão de sempre

Esperando milagres para ficarmos contentes 

Mas e se Ele se voltar para a gente 

E nos alertar firmemente 

“Não serve para ser meu discípulo”

O que acontece com a gente?

Melhor orar e vigiar sempre 

Para seguir Jesus que vai a frente. 

(Lc 14,25-33)

Percebam Deus nos pequenos detalhes.

Graça, Paz e Misericórdia. 

Deixe uma resposta