Movendo-se pelo mundo como católico
Guerra
Guerra

Católico pode ser a favor da guerra?

Primeiro é preciso deixar claro que a guerra é a última das opções que um católico deve buscar, o católico não busca o confronto, não fomenta o conflito, buscamos sempre a paz e a resolução das diferenças de maneira pacífica, no entanto quando os meios pacíficos se exaurem e a guerra se torna inevitável, é possível e moralmente lícito para um católico ser a favor da guerra.

Sobre a guerra

“Longe de mim me considerar especialista em geopolítica, pois não tenho conhecimento para isso, neste caso, pego emprestado as palavras de Sócrates ´só sei que nada sei`”.