Movendo-se pelo mundo como católico
Existe uma espiritualidade própria para se viver o Advento?
Existe uma espiritualidade própria para se viver o Advento?

Existe uma espiritualidade própria para se viver o Advento?

Ouça aqui e compartilhe

Existe uma espiritualidade própria para se viver o Advento?

Is there a specific spirituality to live Advent?

O fato de você perguntar se há uma espiritualidade própria para se viver o advento já pode ser considerado um traço da espiritualidade do advento, a busca por conhecer um pouco mais e o consequente desejo de estar mais próximo a Ele. 

Sim, o período do advento nos convida a viver uma espiritualidade própria, mas ao mesmo tempo que essa espiritualidade é fácil de compreender quando é explicada ou vivenciada, ela é desafiadoramente complexa de se resumir. Para compreender a espiritualidade própria do advento, é preciso antes entender melhor esse período do ano litúrgico, mas vamos tentar. 

A palavra Advento vem do latim (Adventus) e significa chegada, vinda. É o tempo de preparação próxima para a solenidade do nascimento do Salvador. E antes que você caia no erro de pensar se Jesus nasceu mesmo no dia de Natal, recomendo que você leia o texto, o que você está comemorando? Pois lá já falamos um pouco sobre isso.  

Você deve ter percebido que me referir ao advento como preparação próxima, isso porque durante o ano inteiro devemos nos preparar para a vinda do Senhor, mas esse período todo especial do ano nos preparamos concentradamente para a vinda Dele. 

É um tempo de fortes apelos para acolher a vida, promovê-la e defendê-la. A liturgia dos 4 domingos do Advento, os cantos próprios desse tempo, as novenas de Natal, os mutirões que promovem todos os tipos de caridade são algumas das formas de preparação para essa solenidade do Natal. O fato de pensarmos nos outros, de presentearmos as pessoas, de reunirmos familiares distantes e amigos, também pertence ao espírito natalino que povoa nosso imaginário nesse período. Mas vale destacar que quem só pensa em presentes e festas de fim de ano está muito longe da proposta que o Natal tem a oferecer.

Compreendido as características básicas do período do advento, deve ficar mais claro o sim. A espiritualidade do advento existe e deve ser buscada, descoberta e vivenciada a partir das palavras e gestos dos grandes personagens desse tempo: os profetas (sobretudo Isaías), João Batista e Maria. Os profetas anunciaram a vinda do Messias; João Batista o mostrou próximo, entre nós, e Maria o ofereceu ao mundo. As expressões espera vigilante, expectativa ativa esperança operosa podem ajudar a compreender a espiritualidade do Advento. Podemos resumir tudo isso com as palavras de Isaías 63,17-19: 

“Javé, por que nos deixas desviar de teus caminhos? Por que fazes nosso coração endurecer e, assim, perdermos o teu temor? Volta atrás, por amor dos teus servos e das tribos que são a tua herança. Por um momento nossos inimigos se apoderaram do teu povo santo e pisaram o teu santuário. Estamos como outrora, quando ainda não nos governavas, quando sobre nós o teu nome nunca fora invocado. Quem dera rasgasses o céu para descer! Diante de ti as montanhas se derreteriam”. 

Esse sonho foi acalentado durante séculos, o sonho de sentir Deus tão próximo da gente, caminhando conosco, vivendo nossos problemas, festejando nossas festas, sonhando nossos sonhos. Desde o início, na criação, quando disse: “Façamos o homem à nossa imagem e semelhança” (Gênesis 1,26), ele foi preparando o momento em que ele próprio, no Filho, se faria homem à nossa imagem e semelhança. 

Dessa forma diante da pergunta, existe uma espiritualidade própria para se viver o Advento? Eu respondo que sim, a espiritualidade do advento está caracterizada em uma espera vigilante dAquele que vem, mas não uma espera passiva como se houve alguma dúvida de que Ele virá, mas sim uma espera vigilante e esperançosa que nos coloca a serviço. Uma espiritualidade que bebe do exemplo de Maria, ela que se declara serva de Deus, e mesmo grávida do Salvador, logo corre, apressada, à casa de Isabel, a fim de ajudá-la. É serva de Deus e servidora do povo necessitado (Lc 1). 

Percebam Deus nos pequenos detalhes.

Graça, Paz e Misericórdia.

Sem Nome Responde é uma sessão onde buscamos responder perguntas que são enviadas a nossa redação, nos envie suas perguntas ou contribuições para as respostas por nossos canais de comunicação, ficaremos muito felizes em nos conectar com vocês. 

Não temos aqui a intenção de dar respostas definitivas para nenhuma pergunta, apenas buscamos a luz da sabedoria da Santa Mãe Igreja dar um passo na direção da verdade. Correções nas respostas podem ser realizadas a qualquer tempo, sempre que a luz dos ensinamentos da Santa Mãe Igreja nos permitir.

Fonte: BORTOLINI, Padre José. Advento e Natal: 54 Perguntas e Respostas Sobre o Ciclo do Natal. Pia Sociedade de São Paulo-Editora Paulus, 2014.

Deixe uma resposta